quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

A Chuva!


Melhor que beber um vinho

Proveniente da uva

É Numa bela tarde de verão

Tomar um banho de chuva.


quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Fortaleçendo a injustiça
















Infelizmente é verdade,
uma eterna desigualdade,
porquês sem resposta no mundão,
iguais existem vários na mesma situação,
vivendo sem ter atitude,
olhando tudo do vão do portão...

sábado, 7 de fevereiro de 2009

" O Castelo Magico "















Surge um castelo e quem é o Dono?
Dele não é, Diz Edmar risonho,
O desprezo Adquirido tem olhos, não é cego,
Político usa nosso dinheiro, construindo castelo,
Quanta tiração, um tremendo absurdo,
Nessas horas sinto falta de um Che Guevara no mundo.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Ninguém é culpado!

Sempre que acontece algo que nos deixa ou com medo, assustados ou até mesmo pensativos.
Situação esta que nos faz tirar uma conclusão precipitada, acusando esse ou aquele individuo, que colocam pessoas em condições horrendas, sejam elas vitimas ou parentes das próprias, e nós talvez por medo, por não vermos saída, justiça, por temer pelos nossos que andam desprotegidos; Agimos de forma irracional levados pela emoção ou pelo sensacionalismo dos noticiários que, ao invés de informar, nos assustam e fazem dos acusados ídolos nacionais.
Infelizmente vivemos num país onde somos educados pela TV, não aprendemos a raciocinar por nos mesmos, e sim pelos pensamentos massificados, pois bem como dizem a *voz do povo é a voz de Deus, só basta saber que deus é este ou se ele vai aceitar carregar a culpa pelos atos aqui cometidos contra toda sociedade para que ninguém seja culpado.
Vemos hoje acusados aparentemente sem culpa, que não tenha outra saída que não seja o cárcere cumprindo penas assustadoras, e somente eles assumem o peso da responsabilidade às vezes por uma lata de óleo, uma lata de ervilha ou uma galinha que não lhe pertencia, claro é crime, culpado! E esse deus da culpa não segurou a culpa desta pessoa, o acusado agüentou o peso em sua consciência e não dorme mais. Até a mãe acusada de causar overdose em sua criança, nós também a acusamos chamando-a de assassina sem coração que havia de morrer por ter cometido tal perversidade de extrema frieza, e ela fora espancada na prisão e perdeu uma vista, e um pouco da sua audição, e nós mais uma vez fingimos não ter por um momento a chamado de desgraçada ou algo do tipo. E estas pessoas hoje já não dormem, de tanto pensar na situação em que estão ou estiveram envolvidas, e os descendentes destes? O que será deles? Até mesmo por passarem por varias humilhações como que isso acabará?
Uma conclusão momentânea, e estes descendentes, o que será deles no amanhã, talvez roubem ou matem, estuprem, e quem assumirá a culpa pelos lesados provavelmente ninguém.
Por outro lado vejamos alguns casos “mais graves” como assassinos de casos famosos em que, o jornalismo investigativo fez com que os acusados se tornassem celebres personagens em nossas vidas; O promotor, que ficou provado que atirou em dois rapazes causando assim a morte de um deles, solto porque foi legítima defesa sendo que fez se provar que o ferido e o falecido estariam a separar a briga. Desfecho é que não haveria culpado, mas, como houve uma vitima fatal a culpa é do morto.
Queimaram o Índio, e a culpa mais uma vez foi do ninguém, o dono da terra nasceu no lugar errado e fora queimado, até ai eu concordo, os meninos terão um futuro brilhante e o Índio, não têm mais nada a fazer nesta terra já aprendemos como lidar com tudo que ele poderia nos oferecer.
Vivemos numa sociedade sociável, mas não ajudamos os menos favorecidos, só culpamos, mas nunca tentamos recuperá-los somos cultos por isso compramos livros e guardamos em um baú, somos cidadãos, mas não promovemos a cidadania jogamos o lixo pela janela, sentimos compaixão pelos assuntos da TV, mas, não nos comovemos com as pessoas que padecem ao nosso redor que existem e são de carne e osso como nos, muitas vezes mais osso do que carne, e sempre culpamos, mas não admitimos que a maior culpa seja não fazer o bem, e que não promover amor é o pior crime já cometido entre seres humanos, vivendo sempre em nosso próprio beneficio, buscando sempre ser bem sucedido e participando assim do trem da injustiça causando segregação e invisibilidade social.
Mas como todos nos sabemos a culpa é do sistema, do qual nos nascemos e não dos nossos pais, porque meu antepassado é o sistema, quem é este sistema? Ninguém, se não a nossa desculpa para culpa que temos e assim a responsabilidade sempre pertence a outros nunca a nos mesmos, talvez se a TV ensinasse como fazê-lo, tentaríamos corrigir nossos erros e o “sistema” deixaria de existir e a culpa seria dividida em partes iguais, e não pesaria mais ou menos para lado nenhum diminuindo assim as injustiças, pois como bem disse um poeta “sem justiça não há paz”.