sexta-feira, 10 de abril de 2009

" Tudo vai acabar bem "




















Espero que um dia, a Justiça corra como as águas,
E a Virtude, será uma cachoeira poderosa,
o trono, não haverá mais injustiça,
No poder, Apenas a compaixão em ajudar os que precisam,
e viveremos em uma eterna fraternização,
De mãos dadas, sorrindo, todos seremos irmãos,
Será que é possível alcançar essa façanha?
Se cada um tomar uma atitude, é só a gente que ganha,
Só quero apenas um mundo sem rancor,
Sem Sadam, Hitler ou qualquer outro ditador,
Não quero o povo no poder,
por que o poder não é para pobre,
Somente quero poder viver em um pais mais justo e nobre,
Nesse novo mundo, não haverá inimigos, Hostilidade ou refém,
assim então todos serão amigos, e tudo vai acabar bem..

Um comentário:

  1. "Não quero o povo no poder,
    por que o poder não é para pobre"
    Aí matou o poema, que horror, porque pobre não pode estar no poder?!?!?! Que horror!!!

    ResponderExcluir