sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Insônia.











Por mais que eu não queira
acompanha-me por longas horas
me segura de tal maneira
e não me deixa ir embora.

Como na contramão
tento desviar e bato de frente
aproveita-se da minha solidão
e fico acordado e descontente.

Nem copo d`agua
nem uma ida ao banheiro
viro-me, mas não me larga
mas resisto porque sou guerreiro.

O sol raiando na janela
penso venci a insônia
quando vejo um rosto é ela
me olhando de forma risonha.

3 comentários:

  1. Insônia é realmente frustrante,quando nem um copo de leite resolve...
    Gostei muito do blog passa atraves de palavras simples,mensagens bem interessantes

    ResponderExcluir
  2. Nossa,adorei esse poema...bem a aminha cara,já que a insônia não tem me largado.
    Obrigada pela visita ao blog,volte sempre.
    Ah,se fizer o poema vou ler e comentar sim
    rsrsrsrsrsrssrs

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. As vezes ou quase sempre o remédio certo é.. ficar acordado.

    Obrigado pelo comentário.

    ResponderExcluir