segunda-feira, 24 de maio de 2010

Por isso eu rimo.









É difícil, não sei se vou aguentar, até o que acredito estão tentando derrubar, é muita coisa que vem bater de frente, às vezes sinto falta, de um elo na corrente vejo esse espaço que tem de ser preenchido nem que seja um ex inimigo que se torna amigo e vem correr comigo talvez com duas vozes ai seriamos ouvidos, mas é óbvio isso é coisa da cabeça, do ser humano que se faz de besta insistimos em negar a verdade e sempre investimos em nossa vaidade. Querer correr por nos isso eu sei que é mentira porque o que importa a eles são as próprias vidas fome, dores, pestilência, religiões que dividem e só inventam crenças eu já não sei mais o que vou fazer se desisto da luta ou até de viver Querem ouro, prata e bronze, mas esquecemos que não é isso que te faz ser homem e ter coragem e apetite de guerreiro é mudar o quadro quando da dor se é herdeiro é dividir a vitória que é terminar o dia isso sim é uma gloria já agradeceu ao criador e já fez sua parte para cultivar o amor pra que a felicidade se complete e sempre lembrando tudo na vida é um teste de resistência e as desavenças saber chegar e sair sempre pedindo licença o sorriso da criança vai servindo de alimento para que eu não me acovarda e resista aos meus tormentos porque o mundo esta me deixando no chão mas não vivo só por mim isso envolve o coração porque tem a dor e as minhas agonias e a batalha travada todo dia consolar uma mãe que chora, Eu não posso desistir vou escrevendo minha história todo dia é uma folha em branco não posso deixar passar é isso ai que eu canto ainda tenho fôlego para cantar o que se vai fazer escolhi acreditar é por isso que eu rimo as vezes penso em parar porque existe uma dor que insiste em pressionar vivo desse jeito numa dor que me devora penso estar sozinho mas sei que alguém por mim ora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário