segunda-feira, 21 de junho de 2010

Ser humano.















Sem identidade
assistem a dor
se entregam a vaidade
querendo viver de amor
 
herdeiros criados pelo dinheiro
não mais pela educação
na TV  tem parceiro
na pele sentem solidão

não se tem tempo
de ver o filho crescer
do patrão puxam o saco
sempre  empenhado em ser

ministros, advogados
juízes, promotores, etc.
eles querem ser tudo
e eu sou só poeta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário