quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Aos Não Poetas!

Jorramos razões, não sugestões,
 a loucura mais sana,
 que os insanos tentaram curar,
 sem saber que a cura,
 é a minha loucura,
 e aqueles que não são loucos,
 mas entendem e tentam copiar,
portanto não preciso mais me tatuar,
porque a marca que vem da alma
é a estampa que vai ficar.

3 comentários:

  1. Muito bom Henrique!

    É isso aí...

    Mal carater...rsrs.

    Beijo,

    Carla

    ResponderExcluir
  2. Henrique,
    Muito bom o seu poema. Real. A alma tem que está mesmo tatuada é com a bondade a sabedoria. Tenho um blogue, estou lhe convidando a visitar, e se possivel seguirmos juntos por eles. Estarei grato esperando por voce lá
    Abraços de verdade

    ResponderExcluir
  3. Eu tive um sonho... Tem o barraco das idéias e sua rima genial!

    Brother mandou muito!

    ResponderExcluir