segunda-feira, 25 de abril de 2011

Quando Garoto.


















Era só ficar sentado na calçada
e eu ali a fazer nada
olhando o ano passar
e o dia a se acabar

E agora a segunda vai chegar
ônibus cheio, gente a conversar
eu ali no meio, indo trabalhar
e o pior, sem um som pra escutar

Hoje nostalgicamente lembrei
De tanta gente que quando criança encontrei
E tudo era alegria
E com todos eu brinquei

Mas também hoje fico esperando
Uma chance possível de reviver
Esses tempos idos que o poeta citou
E que ainda esperando estou

De ficar sentado na calçada ao entardecer
Esperando a oportunidade
de mais nada acontecer
que belo prazer

Nunca pensei em ter saudade
de todo o nada que havia vivido
 “Se eu soubesse
que era bom ser criança,
 não tinha crescido”

Que saudade de fazer nada
mas bem de vagar
só pra ter o prazer
de não acabar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário