domingo, 4 de setembro de 2011

Cantinho Especial















Miles soprou pra avisar

com seu som de trompete

Jorge Ben acelerava

e dizia vambora Bebete


que já chegou a hora

o Noel vai tocar

vai ter Nelson e Cartola

e o Candeia que vai versar


Tinha uma placa de silêncio

mas estava muito barulho

um peste que gritava

e sentia orgulho


E a Dercy falava

que não estava surda

e mandou uma das suas

“cala boca seu filho ...

que aqui é só coisa fina

Senta ai e desfruta”


Alguém chegou com seu chapéu

e disse ai malandragem

quando olhei para o lado

era o malandro verdade


No mais era isso

não parava de chegar gente

quem passava ali triste

logo ficava contente


Martinho chegou

na sua bola de meia

olhou e viu Geraldo filme

com o batuque na veia


Todo mundo se entendia

James Brown, e Jovelina

nessa mesa tinha mais

Nina Simone e Clementina


Num bate papo tremendo

como alguns tremendo estão

quase tendo um ataque

e parando o coração


De repente na tela

era gol da seleção

o menino Denner

deixando o goleiro no chão

e o Barbosa do outro lado

vibrando com emoção


O jogo acabou

nosso time ganhou

e pra comemorar a vitória

muito samba rolou


Ibraim Ferrer e a Mercedes Sosa

chamaram a Billy Holiday

que encostou-se na bolsa


A platéia endoidou

com a linguagem do poeta

que o Arnesto nos convidou

deixando a porta aberta


O menino Jackson

parecia acanhado

não sei se pela pele clara

ou o cabelo alisado

Seu Jorge olhou

meio que admirado

e o Quinteto na cozinha

mandando um samba empolgado


Tinha ali no cantinho

Almir e Jorge Aragão

cantavam todos os sambas

e batiam na palma da mão


Dicró com seu jeito todo especial

disse que ia mandar a sogra

pra Líbia no natal


O ouro desceu do seu trono

e beijou o pé do povo

e disse que ninguém sofrerá

nessa vida de novo


Notorios e Tupac

entenderam o recado

Sabota e Big L

estavam num papo bolado


Numa resenha louca

Ray Charles e Big Pun

regada a uísque e charuto

assim foi até de manhã


Tudo isso é verdade

creia não seja ateu

tinha um cara no fundo

que quase não apareceu


Ali tudo estava perfeito

e muito mais que genial

batendo palma e só rindo

no meu cantinho especial


Issac Hayes mandou um salve

quase que de manhã

na platéia monstruosa

Simonal cantava nanã


Muita gente nova

foi só pra aprender

ouvi Lenine dizendo

essa não vou perder


Jorge Vercillo dizia

que ia dar uma espiada

mas estava lotado

e ele ficou na calçada


Tinha uma Nação

que gritava Zumbi

de repente o sindico

apareceu por ali


Já veio falando

que o som era bom

o Ed Motta do lado

abriu um sorrisão


Quando viu uma rapa

toda sentada no chão

e o sol raiando e avisando
 que encerrou a sessão.

Um comentário:

  1. Oi Henrique, faz tempo que eu não passo por aqui...adorei a poesia nova, gosto muito da maioria dos músicos e artistas que vc citou. Tenho um convite especial para te fazer, gostaria de participar, mas dessa vez como jurado do nosso II Concurso de Poesia? http://biblioazuldacordomar.blogspot.com/2011/09/vem-ai-o-ii-concurso-de-poesia-do-ceu.html
    Mande notícias, Charlene

    ResponderExcluir